O melhor que poderia ter te acontecido

Oi, de novo.

Eu sei o quando você queria que eu te odiasse, foram tantas tentativas suas a fim de me fazer desistir de nós, e infelizmente eu resisti a elas, até hoje.

Passei um dia inteiro te evitando. Não vou mentir e dizer que isso me fez bem, mas você sabe que foi necessário para colocar as coisas no lugar. Eu precisava de um tempo para pensar em ti, em nós, onde estávamos indo com isso e como eu poderia reverter as coisas que você me fez, talvez ignorá-las como sempre. A culpa pesou sobre mim e no final do dia resolvi te mandar uma mensagem como desculpas, eu deveria ter te bloqueado de uma vez, pra sempre.
Mas aí eu voltei e descobri que foi a uma festa e fez justo aquilo que eu negava a mim mesma que iria acontecer. E então, um balde de água fria acumulada todo esses meses caiu sobre mim, e eu vi as coisas com clareza. Eu senti nojo da sua indiferença ao me ver daquela forma, ao me tratar como se eu fosse o problema. Eu sinto nojo de você, de tudo que você significava pra mim. Nojo de imaginar teu beijo, teu cheiro, tuas palavras, as quais percebi serem todas mentiras. Admiro sua capacidade de mantê-las até hoje, até o último momento que vi o seu rosto.

Obrigada por ter estragado tudo, por ter cuspido todo o amor que te alimentei. A nossa relação não funcionaria e nós dois sabíamos disso. Mas, droga, nos éramos amigos antes de tudo. Eu não passei um dia sem te desejar bom dia, sem ouvir sua voz e sem dividir meus problemas com você. Seria simplesmente mais fácil se tu confiasse em mim e dissesse que não gostava mais de nós dois juntos. Merda, eu confiava tanto em você. E as vezes que me sentia insegura, você simplesmente fazia parecer que tudo era na minha cabeça. Eu duvidei de mim mesma, duvidei dos meus sentimentos e cheguei ao ponto de pensar que estava enlouquecendo. Minhas crises voltaram por sua causa, minha cabeça curada pela terapia voltou a estaca zero por sua causa, somente sua causa. Você retirou cada gota de sanidade presente em mim, e quando cansou desse jogo, simplesmente me deixou de lado e seguiu sua vida.

"Não sei se nós tivemos algo, realmente" Essa frase ecoou pela minha cabeça o dia inteiro, me perguntei se era apenas eu que via algo, mas não, você sabe que não. Te levei pra conhecer meus pais, dividi contigo as coisas mais intimas, você viu meu pior lado e disse que iria aceitá-lo porque me amava dessa forma, e eu, tola, acreditei.

Você sabe de tudo isso, merda. Eu fui tão boa, me dediquei ao máximo, ignorei meus problemas pessoais apenas para passar uma imagem boa para ti, ignorei as minhas crises porque você dizia que era apenas drama, e eu acreditei nisso.

Não espero mais que você veja o quão boa eu fui, porque sei que quando sua fichar cair (se cair), vai ser tarde.

Da melhor coisa que poderia ter te acontecido (e que bom não aconteceu),
Isabela.

3 comentários:

  1. Oi Isabela, esse texto me soa um pouco como um desabafo, e parece um desabafo triste.
    Espero que você esteja e fique bem!

    Beijos!

    palavrasviajandoem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. sinto muito que tenha imaginado algo que não era verdade sobre alguém
    melhoras <3

    ResponderExcluir
  3. Poxa, que triste isso que aconteceu. Espero que fique bem, sei como é quando
    só um se importa. Querendo ou não as coisas iam se esfriar com o passar dos dias, acho que era inevitável. Fica bem, Isa.

    www.memorizeis.blogspot.com

    ResponderExcluir